Arquivo do mês: outubro 2012

Matrizes e Imagens Digitais- Dirce Uesu Pesco e Humberto José Bortolossi

As imagens que você vê em uma página na internet e as fotos que você tira com seu celular são exemplos de imagens digitais. É possível representar este tipo de imagem usando-se matrizes. Por exemplo, a pequena imagem do Gato Félix abaixo pode ser representada por uma matriz 35 × 35 cujos elementos são os números 0 e 1. Estes números especificam a cor do pixel: o número 0 indica a cor preta e o número 1 a cor branca. Imagens digitais que […]

Publicado em Artigos Klein | Deixe um comentário

SIMETRIA PASSO A PASSO II – AS (ORBI-)SUPERFÍCIES DA SIMETRIA

Certamente não é preciso saber matemática para apreciar a simetria que nos rodeia e atrai na natureza, em arte e no dia-a-dia. Mas até aos anos 80 era necessária so fisticação em teoria de grupos para compreender a classi cação dos tipos de simetria. A perspectiva geométrica dos matemáticos norte-americano Bill Thurston e britânico John H. Conway oferece agora uma abordagem mais acessível. Thurston propõe que, ao estudar a simetria de um objecto tridimensional, tal como a simetria bilateral de uma cadeira, visualizemos o objecto no interior de […]

Publicado em Artigos Complementares | Deixe um comentário

Coloração de Mapas e Bases de Gröbner- Marcelo Escudeiro

O festejado Teorema das Quatro Cores  assegura que todo mapa, no
plano ou na esfera, pode ser colorido com quatro cores sem que regiões
com fronteira em comum recebam uma mesma cor. É muito fácil produzir
exemplos de mapas que não podem ser coloridos com três cores e outros que
podem.
Um modo de decidir se três cores são sucientes para colorir um determinado
mapa, consiste em analisar o sistema polinomial associado ao mapa
como descrito na modelagem a seguir.

Publicado em Artigos Klein | Deixe um comentário